O mercado de luxo em uma única plataforma!

Em Miami Beach, foi comprada a cobertura mais cara utilizando criptomoedas

Apesar de não ser comum para muitas pessoas, usar criptomoedas para comprar imóveis é uma prática que já vem sendo feita há alguns anos.

05/07/2022
Em Miami Beach, foi comprada a cobertura mais cara utilizando criptomoedas>

A cobertura

No mês de maio deste ano, criptomoedas como Ethereum, Bitcoin e Litecoin tiveram uma queda de valor significativa. No entanto, não foi o que aconteceu no mercado imobiliário de Miami, que teve uma cobertura localizada no bairro de Surfside, em uma área exclusiva de frente para o mar, vendida no valor de US$22,5 milhões (aproximadamente R$116.775.000,00) com o uso de criptomoedas, sendo o imóvel mais caro pago com moedas digitais. 

Com 470 m², a propriedade, que pertence a um comprador ainda anônimo, fica no nono andar de um edifício com incríveis 12 andares, conta com quatro quartos, quatro banheiros e um terraço de 275 m² à beira mar. 

O condomínio ainda oferece diversas vantagens como academia, quadra de tênis na cobertura, saunas seca e a vapor, estúdio de ioga e piscinas ao ar livre e na coberta. E os benefícios não param por aí, já que o prédio também conta com uma cozinha de bufê, estacionamento com temperatura controlada e uma sala de jogos para as crianças. 

O futuro das criptomoedas

Apesar de o co-desenvolvedor do edifício, Giovanni Fasciano, acreditar que as criptomoedas são o futuro da riqueza, muitos investidores não concordam que elas sejam duradouras e um meio de troca global. 

O ganhador do Prêmio Nobel de Economia de 2008, por exemplo, declarou sua opinião no New York Times, dizendo que a criptomoeda é uma bolha que está prestes a estourar. Já o CEO da BlackRock, Laurence D. Fink, acredita que o Bitcoin não passa de um índice de lavagem de dinheiro.

Para ficar por dentro de tudo o que acontece no universo das criptomoedas e dos edifícios de luxo, continue acompanhando a nossa Magazine.

 

Gostou? Compartilhe esse artigo:

ARTIGOS RELACIONADOS